Jovens


É tempo de carnaval!  “É tempo de encher a cara até desmaiar”. Hoje a justificativa é essa. Amanhã pode ser o futebol, a balada ou a despedida de solteiro de um amigo.  Sempre haverá justificativas para encher a cara até desmaiar, afinal não faltam ocasiões festivas em nossas vidas. Supomos […]

POR QUE OS JOVENS BEBEM TANTO? | Por Luciana Saddi ...


Outra pesquisa na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Usp aponta o que muitos já desconfiavam: garotos têm 2,2 vezes mais chances de cometer exageros relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas se comparado a meninas. Participar de atividades de cunho religioso reduz consideravelmente as chances de consumo. Para o doutorado Consumo […]

Meninos tem seu primeiro contato com bebidas aos 13 anos ...


Uma pesquisa da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP está investigando como os educadores da rede pública de ensino representam o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e as implicações dessas significações nos processos de mediação e prevenção da violêncianas escolas. Os primeiros resultados indicam que parte dos professores compreende o […]

USP publica estudo sobre violência nas escolas | Por Agência ...



2
Os adolescentes urbanoides dos anos noventa não podiam entrar em discotecas de tênis. Esperavam a bênção do porteiro de plantão na entrada com seus náuticos e botas de laços. Tampouco sem a carteira de identidade. Isso se tivessem a idade permitida, porque muitos usavam o RG do decano do grupo […]

Quando a pornografia substitui a educação sexual | Por Diana ...


Nada mais é como dantes era. Do nascimento à morte, vivemos o maior tsunami que já se abateu sobre o laço social humano, nesses últimos 2500 anos, tempo dos registros racionais. O principal responsável por esse furacão é a NBIC. Sigla através da qual os americanos resumem: Nanotecnologia, Biotecnologia, Informática, […]

Efeitos da tecnociência nas famílias | Por Jorge Forbes


A família é quase sempre disfuncional: ela mal se aproxima de seus próprios ideais educativos (por exemplo, o de produzir sujeitos autônomos, confiantes e que não sejam condenados a repetir padrões emocionais de sua infância). Agora, quando tentamos inventar algo novo e “melhor”, nos totalitarismos ou na contracultura dos anos […]

Das relações familiares, a entre mãe e filha é a ...



Jovens que cresceram na era dos smartphones estão menos preparados para a vida adulta, segundo uma pesquisa americana. A chamada “geração smartphone”, daqueles que nasceram após 1995, vem amadurecendo mais lentamente que as anteriores. Eles são menos propensos a dirigir, trabalhar, fazer sexo, sair e beber álcool, de acordo com […]

A geração smartphone, que bebe menos álcool, faz menos sexo ...