Repetir os erros ou aprender com eles?


Resultado de imagem para aprender com os erros do passadoGeralmente, temos uma ideia superestimada de nós mesmos sobre a forma como aprendemos: temos a tendência de achar que aprendemos rapidamente com nossos erros. E isso não é bem verdade. Ocorre que, de maneira geral, repetimos nossos erros com frequência, sem aprender com eles. E isso faz parte de ser humano. Contudo, podemos aprender novos meios para não cair sempre na repetição de erros que prejudicam nossa vida pessoa, profissional, familiar, os relacionamentos diversos e nossas própria busca por metas.

A repetição ocorre por causa dos padrões que aprendemos ao longo de nossa vida. Talvez tenhamos aprendido que é melhor esconder os erros e não enfrentar as consequências. Esconder não nos ajudar a aprender com os erros, pelo contrário, a omissão não permite uma análise das situações que nos levaram a errar.

Outro elemento importante a ser considerado é a TEIMOSIA. Sim, bater o pé e não reconhecer, permanecer do mesmo jeito e não querer mudar. Cada um inventa uma explicação para justificar sua teimosia. A IMPULSIVIDADE é outro elemento a ser analisado. Pois agir por impulso não permitir descobrir os motivos da manutenção dos erros que se repetem.

Eis alguns problemas com a repetição dos erros:

  1. Você não vai alcançar suas metas
  2. O problema não será resolvido
  3. Você vai se enxergar de um jeito diferente
  4. Você pode não se esforçar tanto
  5. Você pode deixar frustrados aqueles que o veem repetir os mesmos erros
  6. Você pode desenvolver crenças irracionais para justificar seus erros

“Se você quer evitar a repetição de um erro, passe algum tempo estudando-o. Deixe de lado sentimentos negativos que possa ter, reconheça os fatores que o levaram a dar um mau passo e aprenda com isso”. Pergunte-se:

  1. O que foi que deu errado: examine pensamentos, comportamentos e fatores
  2. O que eu poderia ter feito melhor: crie possibilidades, alternativas para os comportamentos apresentados
  3. O que posso fazer diferente da próxima vez: crie um novo padrão através de novos comportamentos

Outra possibilidade é uma mudança mais profunda: criar hábitos saudáveis pode significar ter que abandonar velhos relacionamentos, empregos, amigos e construir novos espaços para a vida. Por vezes, ajuda muito quando construímos um plano, por escrito, colocando neles os comportamentos a ser evitados e as estratégias a serem adotadas, quais comportamentos ter nas situações em que os erros se repetem.

Tenha sempre uma atitude interior positiva: “Eu consigo fazer diferente”, “Eu sei fazer melhor”. Estudos comprovam que o fator de automotivação é fundamental. “Se você enxergar seus erros não como algo negativo, mas como uma oportunidade para se tornar alguém melhor, você vai ser capaz de dedicar tempo e energia para se assegurar de que não vai repeti-los”

Para saber mais, adquira o livro clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *